Gostaste? Achaste razoável? Curta

Análises

Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming

A Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming é uma Motherboard intermediária premium, com soquete LGA1151 baseada no novo chipset Intel Z370, com foco no preço-qualidade. Suporta os novos processadores Core i de oitava geração (“Coffee Lake”). Ela traz iluminação RGB, três slots PCI Express 3.0 x16, seis portas SATA-600, sete portas USB 3.0 e três portas USB 3.1, sendo uma do tipo C.

Atenção

O recém-lançado chipset Z370 é o modelo topo de gama para processadores Core i de oitava geração (“Coffee Lake”). Apesar de as placas-mãe para esta geração de processadores utilizarem o mesmo soquete LGA1151 das duas gerações anteriores, elas não são compatíveis com processadores Core i de sexta (“Skylake”) e sétima (“Kaby Lake”) gerações. Aparentemente, trata-se de um bloqueio imposto pelo firmware, e não uma incompatibilidade física.

Slots

A Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming vem com três slots PCI Express 3.0 x16 e três slots PCI Express 3.0 x1. Os dois primeiros slots PCI Express funcionam na configuração x16/x0 ou x8/x8, ou seja, o primeiro trabalha a x16 caso o segundo esteja vago, mas se estiver ocupado ambos trabalharão a x8.

O terceiro slot PCI Express 3.0 x16 trabalha sempre a x4 e, segundo a Gigabyte, compartilha as suas pistas com o segundo e o terceiro slots PCI Express 3.0 x1. Assim, se um destes slots estiverem ocupados, este terceiro slot PCI Express 3.0 x16 trabalhará na velocidade x1, e não x4.

A Motherboard suporta CrossFire com até três e SLI com até duas placas de vídeo.

Os dois primeiros slots PCI Express x16 são cobertos por uma peça de aço inoxidável que atua como blindagem contra interferências eletromagnéticas, e também como um reforço mecânico para os slots.

Há ainda dois slots M.2, um até 22110 compatível com PCI Express 3.0 x4 e um até 2280 compatível com PCI Express 3.0 x4 e SATA-600.

Suporte à memória

Os processadores Intel Core i de oitava geração são compatíveis com DDR4 (até 2.666 MHz ou 2.400 MHz, dependendo do modelo). De acordo com a Gigabyte, a Z370 AORUS Ultra Gaming suporta memórias DDR4 até 4.000 MHz.

A Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming tem quatro soquetes de memória DDR4, suportando até 64 GiB nesta Motherboard caso você use quatro módulos de 16 GiB.

Para habilitar o modo de dois canais, podemos instalar dois ou quatro módulos de memória idênticos. Para instalar apenas dois módulos de memória, usamos o primeiro e o terceiro (ou o segundo e o quarto) soquetes.

Um detalhe interessante é a presença de LEDs entre os soquetes de memória, cobertos por peças de acrílico, de forma que os módulos de memória ficam iluminados quando o computador está ligado.

Periféricos on-board

O chipset Intel Z370 suporta 14 portas USB 2.0 e dez portas USB 3.0. A Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming oferece seis portas USB 2.0, duas no painel traseiro e quatro disponíveis em dois conectores localizados na placa-mãe. Há sete portas USB 3.0, todas controladas pelo chipset, sendo quatro delas no painel traseiro e três disponíveis em dois conectores (um desses conectores é do tipo utilizado em portas tipo C). Há ainda duas portas USB 3.1, uma tipo A e uma tipo C, controladas por um chip ASMedia ASM3142.

A Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming não traz portas FireWire nem Thunderbolt.

Áudio

Esta Motherboard suporta áudio no formato 7.1, gerado pelo chipset usando um codec Realtek ALC1220, que oferece uma relação sinal/ruído de 120 dB para as saídas analógicas e 108 dB para as entradas analógicas. É um codec topo de gama e essas especificações são excepcionais até mesmo para o usuário que pretende trabalhar profissionalmente capturando e editando áudio analógico. Toda a sessão de áudio é fisicamente separada dos outros circuitos, o que reduz a interferência e ajuda o circuito de áudio a atingir as suas relações sinal/ruído nominais. Além disso, o circuito de áudio utiliza capacitores específicos para áudio da WIMA, regulador de tensão específico e amplificador para fones de ouvido.

As saídas de áudio analógico são independentes, e a placa-mãe também vem com uma saída SPDIF óptica on-board.

Regulador de tensão

O circuito regulador de tensão da Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming tem 7 fases para o processador. O regulador de tensão usa um chip controlador Intersil ISL95866 (projeto digital). Cada fase utiliza dois ou quatro transistores, sendo um ou dois ON NTMFS4C10N (“4C10N”) e um ou dois ON NTMFS4C06N (“4C06N”).

A Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming utiliza capacitores sólidos de alta qualidade (“10K black capacitors”) e todas as bobinas são de ferrite.

Conclusão

Ao analisarmos o lançamento da nova plataforma da Intel, que mantém o soquete LGA1151 mas traz um novo chipset (Z370) e a nova família “Coffee Lake” de processadores Core i de oitava geração, a impressão que temos é que praticamente não há novidades nas Motherboards, exceto o suporte à nova linha de processadores, estes sim aprimorados em relação à geração anterior, principalmente na quantidade de núcleos.

Dito isso, podemos dizer que a Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming é uma Motherboard com vários recursos, mas sem grandes novidades em relação aos modelos da geração passada (exceto, como já dissemos, pelo suporte aos novos processadores).

Assim, a Z370 AORUS Ultra Gaming, sendo uma placa do segmento intermediário superior, economiza em recursos que muito poucas pessoas utilizariam e investe em coisas mais úteis, como uma interface de áudio topo de gama, dois slots M.2 e portas USB 3.1. Há também a iluminação por meio de LEDs espalhados pela placa toda, cuja cor pode ser programada pelo usuário, além de podermos configurar estes LEDs para piscarem ou trocarem de cor continuamente.

Obviamente também não é uma Motherboard com foco em overclock extremo, o que fica claro por não oferecer botões na própria placa e pelo regulador de tensão intermediário.

Assim, para quem quer uma Motherboard com bons recursos para jogos ou trabalho baseado num processador Core i de oitava geração e tem um gabinete com janela lateral para admirar a iluminação interna, a Gigabyte Z370 AORUS Ultra Gaming é uma boa escolha.

 

Onde Comprar: Pode escolher esta placa num dos computadores da Logicom. Comprar Pc Gaming com a Motherboard Z370 AORUS Gaming

 

Ler mais..
3 Commentários

3 Comments

  1. FernandoTexeira

    Janeiro 6, 2018 at 2:36 pm

    Existe um motivo aceitável para a Intel fazer esse tipo de jogada?

  2. RamosFegues

    Janeiro 8, 2018 at 1:34 pm

    As placas com este chip aceitam CPU da 6º e 7ºgeração?

  3. MiguelHSCs

    Janeiro 8, 2018 at 2:35 pm

    Não. Está descrito no artigo!!

You must be logged in to post a comment Login

Em que estás a pensar? Comente

Análises

Gráficas Nvidia vs AMD RX 5700XT

Com a chegada da gráfica AMD RX 5700 XT, há apenas uma questão. Quão forte ela será na prática?

A GeForce RTX 2070 Super (S) é realmente a gráfica mais rápida. Mas tendo em conta que é significativamente mais cara em relação à AMD RX 5700 XT, será que faz sentido optar pela gráfica da NVIDIA?

Ponto Posivito AMD RX 5700 XT:
A AMD Radeon RX 5700 XT é absolutamente uma excelente placa gráfica.
– Excelente desempenho nos jogos 1440p
– Muitos recursos e bons resultados em overclocking

Mas, é impossível ignorar o impacto da recém-lançada Nvidia GeForce RTX 2070 Super. A nova Radeon RX 5700 XT pode não ser a melhor gráfica do mercado, está abaixo ou igual aos modelos SUPER da Nvidia. Entretanto, tem apresentado bons resultados em jogos.

Ponto negativo:
As gráficas AMD Radeon ocasionamente apresentam travamentos. Recomedamos as gráficas Nvidia pelo desempenho e acima de tudo pela estabilidade dos drivers.

Teste em Jogos

Testes por techpowerup.com
Todos os jogos foram testados pela techpowerup.com usando a mesma versão do jogo. Todos os jogos são definidos com a qualidade mais alta.

Sistema de teste
Intel Core i9-9900K a 5.0 GHz
Motherboard Z390
Memória DDR4 de 16 GB
Armazenamento SSD
Fonte de Alimentação 850W
Drivers Radeon 19.7.5 e Nvidia 430.64

Análise completa em
https://www.techpowerup.com/review/sapphire-radeon-rx-5700-xt-pulse/7.html

Vídeo Youtube Testes
https://www.youtube.com/watch?v=aBI6tgw8HtA&feature=youtu.be&t=10

Ler mais..

Análises

Quanto tempo pode durar um PC Gaming topo de gama?

Os jogadores aficionados por gráficos de alta qualidade vivem discutindo se vale mais a pena investir numa consola ou num computador robusto para jogos. É claro que os defensores dos PCs têm argumentos favoráveis devido às inovações anuais de hardware.

Todavia, nesse tipo de situação sempre surgem questionamentos quanto à duração de um PC gamer, já que os jogos ficam mais modernos e exigem maior performance a cada ano. As peças têm limitações e inevitavelmente não entregarão o mesmo desempenho depois de um tempo.

Esse é o tipo de coisa que não afeta tanto o público que aposta em vídeo games. Tais aparelhos são projetados para rodar os títulos sem que o jogador tenha de se preocupar com a compatibilidade ou ajustes de gráficos.

Já o pessoal que aposta no computador tem alguns inconvenientes: o preço elevado de uma máquina topo de gama, a queda na performance geral do equipamento ao longo dos anos e a necessidade de ajustes na qualidade gráfica.

Mas afinal, qual é a vida útil de um PC Gaming topo de gama?

Para uma análise rápida, podemos entender que um PC gamer topo de gama pode ter uma vida útil de aproximadamente 7 anos, que é mais ou menos o tempo que as produtoras vão demorar para migrar os seus games para novas APIs, o que por consequência vai requisitar mais das máquinas. Pense nisso, mesmo com a popularização do DirectX 12, algumas produtoras ainda mantêm o suporte até para o DirectX 10. E o que isso quer dizer? Na teoria, isso significa que uma placa de 2006 (como a GeForce 8800 GTX) ainda pode rodar alguns jogos lançados em 2019.

Agora, comparando com as consolas, podemos perceber que um PC topo de gama tem quase o mesmo tempo de vida. E você, o que pensa sobre isso?

 

Ler mais..

Análises

Teste do processador Core i5-9400F

Está em duvida em qual processador escolher? Conheça o Core i5-9400F, processador da nova geração/9ª Intel.

Este processador apresenta a melhor relação performance e custo se o objetivo for para jogos. A linha F tem o diferencial de não incluir gráficos integrados, o que seria uma boa opção para um PC Gamer. Porque é importante dizer e recomendado optar pelas gráficas dedicadas Nvidia ou AMD se quiser obter um grande desempenho/FPS e sem travamentos.

Frequência base 2.9GHz
Freqüência Turbo 4.1GHz
Cores/threads 6/6
Potência de design térmico (TDP) 65W

Teste em games

Selecionamos alguns testes para comparar o desempenho dos processadores, sendo sempre a mesma gráfica, uma RTX 2080 Ti e configurações semelhantes.

GTA V – Resolução 1920×1080 – DX11, Ultra

GTA V – Resolução 4K, 3840×2160 – DX11, Ultra

Battlefield 1 – Resolução 1920×1080 – DX11, Ultra

Battlefield 1 – Resolução 4K, 3840×2160 – DX11, Ultra

Resumo

O Core i5-9400F é um bom processador para jogos. Com seis núcleos e threads apresenta um grande desempenho. A Intel fez progressos significativos no desempenho com seus processadores de 9ª geração, mas os ganhos abundantes são mais evidentes nos processadores Intel i9-9900K com oito núcleos e 16 threads.

Ler mais..

Computadores